livro

No dito popular, os lobos são perigosos aos seres humanos, mas os especialistas refutam esse temor dizendo que eles se esforçam para manter uma distância considerável de nós. Entre os poemas do livro Duas mortes, é possível perceber que o espectro da loba é daquela que perdeu seus semelhantes. Uma loba sem matilha. O luto. Atravessar os mesmos caminhos sem o faro da companheira de jornada, ou, em outro caso, o alívio de não ter que sentir o cheiro. Julia Bac escreve poemas curtos e imersos numa beleza dos gestos simplórios que entre a “dupla face” do livro, é possível traçar quem foi sua matilha e o porquê de ser uma loba solitária no agora.